• "O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."
  • “Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza.”

Idiomas

pten

(61) 3242-4562

INTRANET

ico facebookico instagram

Portal de Notícias

parceiro 01

Falar sobre o Centro Presbiteriano Idade e Experiência - CPIE é falar de algo especial e porque não dizer, sobrenatural. Esta foi a experiência vivida por mim e meu esposo Raanhar Fernandes. No final de 2012, Raanhar foi eleito presidente do CPIE para o ano de 2013. Estive ao seu lado como voluntária, exercendo a função de Gerente Administrativo, que incluía a administração e os projetos.
Sentindo-me fortalecida pela graça de Deus para o trabalho voluntário ao lado de Raanhar, ainda em 2013, demos início ao Projeto “Viver Bem Eu Quero”, iniciativa que teve o apoio efetivo e a colaboração generosa da psicóloga Dra. Viviane Amaral. O projeto foi uma semente de coragem e esperança, já que a atividade fim do CPIE ainda não tinha visibilidade na cidade de Brasília, mesmo sendo conhecido entre as igrejas presbiterianas da nossa região.

No entanto, gostaria de ressaltar a importante participação da Igreja Presbiteriana de Brasília (IPBsb), sobretudo da liderança, para dar prosseguimento ao trabalho dentro da visão do CPIE, ou seja, tornar-se uma referência em Brasília no cuidado ao idoso.

O trabalho prosseguia, mas em 2014 nossa família foi surpreendida com a descoberta de problemas cardiológicos que acometeram meu esposo. Com isso, Raanhar precisou renunciar à presidência do CPIE para tratamento de saúde. Foram tempos difíceis, mas sempre vimos a direção de Deus em cada circunstância. Então, uma assembleia foi convocada e uma nova eleição para o CPIE foi realizada. Tive a satisfação de ser eleita para o cargo de presidente do CPIE, onde estou até o momento. Graças a Deus, quase ao mesmo tempo, meu esposo recuperou-se, passando a realizar um trabalho de indelével apoio, sempre ao meu lado. E ao longo desses três anos na presidência do CPIE o esforço tem sido no sentido de consolidar a visão da instituição, ajustando sua filosofia de trabalho e seus estatutos. Procuramos agilizar a gestão para garantir não somente a expansão de projetos e programas especialmente voltados para a terceira idade mas, também, no sentido de tornar conhecido para toda a comunidade de Brasília, o Centro Presbiteriano Idade e Experiência.

Atualmente, com a graça de Deus, nossa equipe de voluntários e profissionais avança na implementação dos projetos com o objetivo de ampliar o atendimento e, com isso, oferecer melhoria na qualidade de vida para a terceira idade. Hoje, aproximadamente 500 pessoas têm se beneficiado dos serviços oferecidos pelo CPIE. Centenas de idosos da Asa Sul, Lago Sul, Lago Norte, Vila Planalto, Santa Maria, São Sebastião, Guará e outras regiões administrativas do Distrito Federal participam dos projetos e programas oferecidos pelo CPIE.

E o trabalho prossegue. No ano de 2016, começamos a pensar no planejamento estratégico para os próximos cinco anos, até 2021, inclusive com a ajuda de um especialista na área. Pessoalmente, sou grata ao Marcelo Lima Costa, especialista em consultoria, que voluntariamente tem nos ajudado a estabelecer um plano ousado, a autossustentabilidade do CPIE em 2021. Estamos conscientes de que ainda há espaços a serem ocupados no trabalho social em nossa cidade. Queremos permanecer na visão de assistir o idoso, colaborando no entido de ajudá-lo a construir uma consciência positiva de si mesmo. Esta visão fundamenta-se no amor e na graça de Deus e estamos convictos que Ele há de nos conceder sabedoria para prosseguirmos em nosso objetivo.

Reconheço a boa mão de Deus dirigindo o CPIE. Minha posição é um privilégio e suplico a cada momento que Deus mantenha meu coração fiel, íntegro e generoso, em todo o tempo. Suplico também por sabedoria e a habilidade de fazer boa gestão deste trabalho, que creio ser dos céus.

A Ele e tão somente a Ele rendo honra, louvor e glória!

Marli Mendes Fernandes
Presidente do CPIE

On the other hand, we denounce with righteous indignation and dislike men who are so beguiled and demoralized by the charms of pleasure of the moment, so blinded by desire, that they cannot foresee the pain and trouble that are bound to ensue; and equal blame belongs to those who fail in their duty through weakness of will, which is the same as saying through shrinking from toil and pain. These cases are perfectly simple and easy to distinguish. In a free hour, when our power of choice is untrammelled and when nothing prevents our being able to do what we like best, every pleasure is to be welcomed and every pain avoided. But in certain circumstances and owing to the claims of duty or the obligations of business it will frequently occur that pleasures have to be repudiated and annoyances accepted. The wise man therefore always holds in these matters to this principle of selection: he rejects pleasures to secure other greater pleasures, or else he endures pains to avoid worse pains.

O Dia do Voluntariado alcançou os objetivos da instituição ao criar banco de voluntários com as mais variadas áreas profissionais e faixas etárias, mostrando aos seus participantes por meio da palestra e das oficinas que fazer o bem ao próximo, mediante seu trabalho voluntário, é uma atitude nobre.

“O evento visa despertar a necessidade e a importância de se voluntariar seja enquanto jovem ou até mesmo depois da aposentadoria. Não há limites para o trabalho voluntário!” Disse o Diretor Executivo do CPIE José de Almeida.
Houve também uma homenagem aos voluntários e fundadores do CPIE.

Subcategorias